Novembro

Nenhum comentário: | |

O que Novembro tem de especial?
Tem você,que caiu de paraquedas na minha vida e saiu se espalhando dentro do meu peito,que cresceu mesmo junto a relva e se aconchegou nos meus braços num Domingo pela manhã. E quando eu precisei me afastar você simplesmente me seguiu,disse "Não acho que queira mesmo ficar sozinha",e tinha razão,eu precisava te ter ao meu lado para a chuva passar.
Não foi bem em Novembro que você chegou,com o cabelo despenteado,o boné alto e o sorriso fácil no rosto,foi no começo de Agosto,mas agora,em Novembro é por você que eu agradeço,que transformou minha maré em mar sereno,que fez do dia mais curto,da saudade mais longa,que cuidou do meu jardim,e me segurou firme,o especial de Novembro é você.
Que com esse jeito todo maluco e incrível me fez querer estar ao seu lado em cada momento,que não importa onde,me faz um bem danado,daqueles que faz sorrir de dentro pra fora.
Você foi luz quando a escuridão chegou,foi brisa no meu verão de 40 graus,trouxe a paz pro meu furacão,então pelo que mais eu podia agradecer nesse Novembro,se não por você?!

**Esse texto faz parte da Blogagem Coletiva do grupo Blogs Up,entre e descubra mais temas incríveis**

Viver

Nenhum comentário: | |

Você vive ou simplesmente existe?
!
Vemos pessoas que passam por entre as estações com sacolas cheias e o coração vazio,com seus olhares distantes e insensíveis,com respostas prontas ou monossílabicas,e enquanto o trem segue seu caminho muitos já estão perdidos,sem destino.
O bipe longo da parada final não os desperta,o que aconteceu nesse século?
As pessoas pararam de viver para apenas coexistir num mesmo espaço,e quando tudo acabar talvez vá parecer que nada valeu a pena.
O ópio dos dias parece ser a própria vida,o ato monótono de acordar,trabalhar e dormir,a ideia de percorrer o mesmo caminho traz repulsa e viver,em si,perdeu seu significado.
E enquanto os dias vão e vem,o tráfego aumenta,mas as pessoas continuam as mesmas,vazias e esperando acontecer coisas que nem sabem o que são,mas esperam sentados...
Viver,é muito mais do que existir,é mais do que passar em vão por caminhos inexatos,viver é criar asas no momento certo e saber quando manter os pés firmes no chão,é cair e levantar,tendo a certeza que aprendeu,viver é SER.

TAG:8 coisas

Um comentário: | |
Olá galerinha,fui indicada pela Vitória do Aventuras diárias para responder uma tag chamada 8 coisas,que,como o próprio nome já diz,é citar oito coisas para cada pergunta. Eu adorei,então vamos às respostas :)
8 coisas para fazer antes de morrer:
-Me formar em jornalismo
-Me casar e formar uma família
-Viajar para a Ingltaterra,Grécia...
-Terminar e publicar um livro
-Conhecer meus atores e atrizes preferidos
-Aprender a cantar kkkkk
-Construir minha própria biblioteca
-Ter um cavalo
8 coisas que amo:
-Chocolate
-Livros
-Escrever
-Poesia
-Gente que faz sorrir
-Abraços apertados
-Bichinhos de pelúcia
-Doctor Who haha ♥
8 coisas que odeio:
- Falsidade
-Perdas
-Mágoas
-Gente que grita o tempo todo
-Filas kkkk
-Palavras vazias
-Esquecimento
-Despedidas
8 coisas que falo:
-Nossa,que grosseria
-Aff
-Não sou suas nega
-Eu sei que sou chata
-To com sono
-To com saudade
-Não quero mais brincar disso não
-Onde aperta pra abraçar agora?
8 Makes/roupas que não vivo sem:
-Blusa de frio
-Batom vermelho
-Vestido
-Calça jeans
-Sombras claras
-Camisetas regatas
-Tênis
-Sapatilha
8 objetos que não vivo sem:
-Celular kkkkk
-Livros
-Minha cama kkkk
-Óculos(miopia,sua linda)
-Caderno
-Lápis ou caneta
*E acho que é só isso*
8 Filmes/Séries/Livros/jogos que amo.
-Cartas para Julieta
-Como eu era antes de você
-Doctor Who
-Grey's Anatomy
-10 coisas que odeio em você
-A droga da obediência
-A menina que roubava livros
-A coroa
8 Blogs que indico para responder a tag.
Vou deixar livre pra quem quiser responder ♥♥
Espero que tenham gostado da tag,foi bem difícil escolher,mas eu consegui kkkk quem fizer a tag é só me mandar o link :)
Beijos ^.^

Esse moço...

8 comentários: | |
Abriu caminhos na vereda do meu coração,foi sem dó nem piedade tirando os espinhos,deixando sangrar pra cicatrizar sozinho,me fez forte.
Espantou os monstros que habitavam e criou um forte seguro, trouxe a âncora pro meu barco em alto mar,me deixou balançando suavemente mesmo em mar revolto,talvez esse tenha sido o ponto.
É moço,quando você chegou com o peito aberto e um monte de promessas eu desacreditei,convenci a mim mesma que era melhor esquecer,que eu não deveria deixar você se aproximar,então me fechei,mas você ficou mesmo assim,teve paciência para arrancar os bloquinhos de incerteza,e fez o que ninguém mais teve coragem.
Você me mostrou o mundo,não aquele ao qual eu estava habituada,sem cor e sem vida,me mostrou a parte bonita,a parte sensível,que também dói às vezes,mas que sabe bem como curar,e daí o que era tempestade virou céu sem nuvem,e você nem precisou ficar muito,mas quis ficar.
Lembro bem que quando a chuva caiu eu pensei "a hora é essa,ele vai partir",só que você não foi,e segurou o guarda chuva firme com as duas mãos,o que te motivou a não ir embora eu não sei,mas você me ajudou a secar cada gota de chuva,e eu quis mais de você.
Quando chegou o pôr do sol eu achei que você ia preferir outra mão pra segurar,outro peito pra se alojar,mas você não quis,fez morada e guardou direitinho o que parecia te pertencer,entrou fundo nesse mar e não se afogou,e moço,não sei qual foi seu truque,mas funcionou,e ainda tá fazendo efeito.
É moço,você veio cair de paraquedas bem no meio do meu congestionamento,e não trouxe nem caixa de primeiros socorros,eu disse que você podia se machucar,mas quem disse que você ligou?! Saiu correndo por entre os sentimentos sem freio e não olhou pra trás,você plantou sementes em terras que todo mundo considerava infertéis,arrou sol após sol escaldante e não desistiu,e por sua causa,meu moço,eu floresci.

Como anda a sua busca pela felicidade?

Nenhum comentário: | |
Menina bonita,o que anda fazendo?! Como está sua busca pela felicidade? Ouvi dizer que se cansou um pouco de acordar todo dia com um sorriso no rosto,que a preguiça está tanta que nem o cabelo tu quis arrumar,mas cá entre nós,vou te contar um segredo,você tem um coração enorme no peito,então não se deixe abater.
Eu mesmo já cai várias vezes,me ralei todo,mas continuei,no final as cicatrizes trazem lembranças do que valeu a pena e você vai aprender a gostar delas também. Desapega do passado moça,esquece a paixonite do verão passado,foca no que o presente diz e no que o futuro pode trazer,a engrenagem só gira pra frente,se ela voltar acaba pegando no dedo e é adeus.
Junta os pedaços que alguém vem colar,um dia vem,é só esperar,o destino se encarrega de por as coisas no lugar. Parece poesia o que estou dizendo não é?! Mas a vida é meio assim também,uma junção de sentimentos bons que unem pessoas(palavras) e despertam mais do que alguém já sente,então se deixe levar pela poesia desse momento,se entrega pra vida,deixa ela rolar.
Segue a trilha menina,vai buscar o que é direito teu,um dia a tua felicidade vai ter nome,endereço e um sorriso lindo,mas por enquanto segue em frente,um dia de cada vez,porque a pressa de nada adianta,é na calma que tudo vai se resolvendo e você logo vai ver que a felicidade é só questão de ser.

*
*Esse texto faz parte da blogagem coletiva do grupo Blogs
Up,entre e descubra mais temas para dar aquele up no seu blog*
*

Eu desisti de você

Nenhum comentário: | |
****Para aquele que não deu valor****
Eu desisti de você,sinto muito por dizer tão abertamente,mas desisti mesmo de você,desisti de passar noites em claro esperando você se decidir e estar sempre à postos quando precisava de mim.
Cansei de dar voltas no mesmo caminho sem sair do lugar por sua causa,simplesmente cansei.
Desisti de te colocar no topo da minha lista de contatos e te ligar a cada novidade que acontecer,desisti de mandar mensagem todo santo dia e ficar na angústia de saber se você vai responder ou se vai ficar online por 8 horas seguidas e só falar com seus amigos mais "importantes".
Cansei de esperar que lembre a data do meu aniversário como lembro uma semana antes da sua,ou de esperar seu parabéns só ao final do dia para "efeito de lembrança",eu só queria ter desistido mais cedo,mas só agora fui forte o suficiente.
Eu desisti de você porque o outono chegou e recebi outro calor,e ganhei flores fora de época que não eram suas,desisti porque encontrei outro sorriso do qual gostei,um sorriso que gostava do meu também,desisti porque ele nunca me achou "torta e estranha",nunca disse uma palavra sobre meu cabelo bagunçado,só quis segurar minha mão durante o passeio e nunca andou na contramão.
Eu desisti porque,meu bem,eu percebi que não podia pular sem paraquedas.
Não sei se entendeu o que eu disse,se leu ou tentou desmontar o quebra cabeças,mas eu desisti de tentar,às vezes é mais fácil abrir mão do que se deixar levar em algo que não dá futuro,eu desisti,e desistindo eu acabei sorrindo de novo.

In memoriam

2 comentários: | |
Tantos nomes,rostos e sorrisos se foram,e essa é a minha memória à eles.
--------------------------
Uma folha flutuando na rua,um cisco no olho,pequenas coisas que um dia tiraram você de mim. Naquela tarde de primavera muitas flores enfeitaram seu jardim,muitos pesares,palavras de conforto,e nada confortava realmente o coração de quem perdeu. Olhei pro céu porque um dia me disse que podia te buscar ali,não te achei,onde foi parar?! Chorei baixinho para não te acordar do seu sono bonito,acalentei seu rosto suavemente,guardei no seu bolso a pedrinha da sorte que me deu.
Tantos pensamentos se emaranharam aqui "porque você?" foi o primeiro deles,mas percebi como foi egoísta,não era só você,mas todo um conjunto de pessoas que por acasos da vida também se vão,é necessário,isso é o que me dizem,e eu tento acreditar que realmente é necessário,ver se dói menos,mas não resolveu ainda.
Não quis chegar ao final do percursso,acompanhei de longe as últimas flores depositadas,fechei os olhos e pedi por sua calmaria,o vento soprou na minha direção,achei que era você me dizendo que tudo ia ficar bem,então,pela primeira vez em dias eu sorri um pouquinho.
Estou aqui,às 4:50 da manhã escrevendo coisas que nunca vai ler,mas me derramando no papel porque alivia um pouco,pensando  quantas casas mais mantêm essa mesma luz de escravinha acesa nesse horário,quantos corpos cansados não conseguem dormir por suas perdas,quantos olhos cansados velam por quem amam com medo do amanhã,e eu respiro fundo sabendo que pelo menos você descansa,longe do meu aconchego,mas ainda assim mantido no meu coração.
**Esse texto faz parte da Blogagem Coletiva do grupo Blogs Up , entre e encontre diversos temas para dar aquele up no seu blog**
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger
Edição e Design: Jennyfer Aguillar || Todos os direitos reservados © 2016